Segunda-feira, 23 Junho 2014

por

Sus

  • O melhor e o pior

O melhor, a consciência da finitude, tomei consciência de que a vida, com a qualidade que eu ambiciono, tem os anos contados, tenho de aproveitar todos os momentos.

O pior, aos 40 aparecem as dores nas costas, as artroses, os queixumes da velhice, e o papão da menopausa, da pré-menopausa.

  • As surpresas e as desilusões

As surpresas – Comecei a correr e gosto, são duas surpresas!

As desilusões – os 40 não me desiludem, eu gosto dos meus 43.

  • As conquistas e as perdas

As conquistas – A grande conquista é não dar demasiada importância ao que não tem importância.

As perdas – Ao mudar-me para o campo perto dos 40 perdi a proximidade física que tinha com os amigos e que me permitia encontrar, beber café e abraçar à distância de um telefonema; perdi alguns abraços, não pelos 40, mas pela distância, vale?

  • O que mudaria, se pudesse, mas não posso; e o que mudaria, se pudesse, e posso

Se pudesse todos os dias encontrava-me com um amigo diferente só para deitar conversa fora, mas não posso.

Comer menos açúcares e emagrecer, posso.

  • O meu grau de satisfação com a minha rotina diária, de 0 a 10

O meu grau de satisfação é 8, sim, acho que é isso um 8 ou 9.

  • Recados para mim aos 20

Vais conseguir conseguir concretizar os teus sonhos e vais gostar de correr 10 km por dia, de verdade! Não acredites quando te dizem que te vais arrepender de não ter filhos, vai por mim, vais adorar, eu sei do que falo.

  • Votos para mim aos 50

Conseguir viver com menos coisas, ter um galinheiro cheio de galinhas e pintos e viajar. Pois é, e quem trata das galinhas? Ok, galinhas só aos 60!

………………………………………………….

Obrigada, Susana.

Para participar no nosso questionário ‘Ter 40′, basta enviar as respostas por email. Saibam mais aqui. Até já.

Marta

Tags:

· · · ◊ ◊ ◊ · · ·

Deixe o seu comentário

Questionário ‘Ter 40′